O que é ortorexia?

A busca por uma alimentação saudável e equilibrada tem sido foco de muitas pessoas atualmente, seja pela busca do corpo perfeito, para manutenção do peso ou na prevenção de doenças crônicas. Essa busca pelo saudável, algumas vezes pode se tornar algo obsessivo em algumas pessoas, gerando assim os transtornos alimentares. Entre os transtornos alimentares mais conhecidos estão à bulimia e a anorexia nervosa, porém há ainda outro transtorno alimentar denominado ortorexia, o qual ainda é pouco estudado. A ortorexia trata-se de uma obsessão em seguir uma alimentação saudável.

São necessários mais estudos para entender melhor esse tipo de transtorno, porém a os sintomas são: fanatismo por alimentos saudáveis, atenção excessiva aos rótulos dos alimentos e essas pessoas não ingerem nenhum alimento que saia do que ele considera como ideal. Além disso, as pessoas com ortorexia possuem dificuldade em ingerir alimentos preparados por outras pessoas, examinam cada parte dos alimentos minuciosamente assim como os hábitos alimentares das pessoas que estão à sua volta e dedicam horas do seu dia em pesquisas sobre nutrientes.

O desenvolvimento desse distúrbio pode aparecer após a pessoa iniciar uma dieta ou após estudar mais sobre os alimentos, fazendo com que ela exclua da sua alimentação qualquer alimento que considere que não seja saudável.

A pessoa com ortorexia passa a ter um diálogo baseado apenas em alimentos e nutrientes adequados ao organismo. Festas e momentos de confraternização com amigos e familiares se tornam eventos angustiantes, podendo portanto, levar o portador ao isolamento social.

As complicações decorrentes desse tipo de comportamento extremista podem levar ao desenvolvimento de depressão. Além disso, podem surgir carências nutricionais importantes devido às restrições e a falta de variedade alimentar, que pode ser intensificada quando há necessidade em realizar refeições fora de casa ou em viagens.

O equilíbrio alimentar é vital na vida de qualquer pessoa, porém é necessário que possamos atender aos nossos hábitos alimentares e perceber que a reeducação alimentar é necessária para estabelecer uma dieta saudável. Durante o processo de mudança de hábito é importante a inclusão de alimentos novos, o abandono das condutas alimentares indesejáveis, mas também é fundamental que sejam reservados momentos para o consumo dos alimentos preferidos, desde que seja com moderação.

Renata Dessordi

Renata Dessordi é nutricionista formada pela Universidade de Ribeirão Preto, especialista em Nutrição Clínica e Esportiva. Mestra em Alimentos e Nutrição pela Unesp. Doutoranda em Alimentos e Nutrição pela USP/Unesp. Auriculoterapeuta Francesa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: