Empréstimo ou financiamento: entenda como funcionam

Eles são duas modalidades diferentes que as instituições financeiras oferecem e é muito importante compreender como funcionam.

Muita gente ainda tem dúvida da diferença entre empréstimo e financiamento. Eles são duas modalidades diferentes que as instituições financeiras oferecem e é muito importante compreender como funciona cada um deles para no momento que será necessário escolher, fazer a melhor tomada de decisão.

De forma resumida, há duas grandes diferenças entre o empréstimo e financiamento: o que você pode fazer com o dinheiro e o que necessita deixar como garantia em troca dele.

Para que esses conceitos, diferenças, vantagens e desvantagens fiquem mais claras, a seguir explicaremos cada um deles! Confira abaixo!

Foto: Divulgação

Como funciona o empréstimo

O empréstimo nada mais que é um contrato fechado entre o banco ou a fintech e o cliente: o tomador do empréstimo recebe uma quantia de dinheiro e tem um prazo para devolver e juros a pagar a instituição financeira. 

Não existe uma regra de como o cliente deve gastar esse dinheiro emprestado, só precisa respeitar a devolução do empréstimo. Porém, em alguns casos, os bancos ou as fintechs podem solicitar previamente que o cliente informe como pretende gastar esse dinheiro. Mas ainda assim isso não será determinante para o destino do empréstimo. Outro detalhe a destacar é que é possível solicitar o empréstimo, sem ter nenhum tipo de garantia em troca.

Os juros embutidos costumam ser um resultado do relacionamento que o cliente tem com a instituição financeira: a conta corrente não fica no negativo; o cartão sempre está pago em dia; e a renda mensal compatível com o valor solicitado.

São pontos positivos para quem deseja pedir um empréstimo e ter taxas de juros mais baixas e crédito facilmente aprovado.

 

Quais as modalidades

Existem várias modalidades de empréstimo. As mais comuns são: Empréstimo pessoal online; Empréstimo consignado; e Empréstimo com garantia de um bem.

Empréstimo pessoal online

O empréstimo pessoal é uma das linhas de crédito mais solicitada entre as pessoas. Você pode fazer o procedimento através de um notebook ou de um smartphone e sem sair de casa. 

O valor do empréstimo é estabelecido de acordo com critérios do resultado da análise da instituição financeira, então não há uma margem consignável.

Uma das vantagens dessa modalidade é que mesmo sem ter carteira assinada, mas recebendo um salário ou tendo um comprovante de renda, você conseguirá o empréstimo. Existem também boas chances de obter parcelas mais acessíveis ao seu orçamento.

Empréstimo consignado

A modalidade consignada é um tipo de empréstimo em que a instituição financeira usa o seu salário como garantia para minimizar os riscos da operação. Por conta disso, o valor das parcelas mensais é descontado na folha de pagamento ou do benefício do tomador do empréstimo.

Já no prazo de pagamento do empréstimo consignado, cada organização financeira tem uma política própria e leva em consideração a ocupação da pessoa que tomou o crédito. Já que o risco de calote é mínimo os juros costumam ser baixos.

Empréstimo com garantia de um bem

Também é conhecido também refinanciamento de bens: a casa ou o automóvel do tomador podem usados como garantias de pagamento da dívida. Esse tipo de empréstimo também tem juros baixos porque o risco de inadimplência é quase nulo. Os prazos são maiores já que depende do valor do bem a ser refinanciado. E, claro, os valores a serem emprestados costumam ser altos.

Foto: Divulgação

Como funciona o financiamento

O financiamento também funciona como um tipo de contrato entre clientes e instituições financeiras, entretanto as regras diferem do empréstimo. Regra básica para conseguir o financiamento: você precisa usar a quantia que pegou emprestada para algo específico e usar previamente como combinado com a instituição.

O financiamento possui algum tipo de garantia ligada ao bem que o tomador adquiriu com ele. Se for, por exemplo, um imóvel, ele entrará como garantia da dívida.


Financiamento de veículos

No financiamento de veículos, o cliente pega um empréstimo em uma instituição para comprar um carro. O veículo fica de posse do comprador, todavia não pode ser negociado, já que alienado ao banco, até que todas as prestações sejam quitadas.

Financiamento de imóveis

O financiamento de imóveis é realizado pelas instituições financeiras também, que pagam ao vendedor do imóvel a quantia que quem compra quer financiar. Então, a partir desse momento, o tomador do financiamento deve pagar prestações mensais ao banco que quitou sua dívida.

Foto: Divulgação

Qual a melhor opção?

A melhor opção sempre será aquela que se encaixa nas necessidades específicas de cada pessoa. Por exemplo, o financiamento é uma boa opção para adquirir um bem material mais caro, como um apartamento, carro. Grande parte das instituições financeiras oferece modalidades específicas para financiar esse tipo de compra.

Já o empréstimo é muito mais flexível na sua escolha do com o que gastar o dinheiro. E dependendo da modalidade contratada, os juros são mais baixos do que no financiamento.

O importante é pesquisar bastante e analisar qual é o seu perfil. Planejamento e organização são essenciais na tomada de decisão para não cometer um erro que poderá ter consequências negativas na sua vida econômica.

Onde comparar online

No site Juros Baixos, você consegue fazer uma busca bem detalhada, usando simuladores online e saber qual das modalidades citadas acima é a melhor a ser escolhida:

Empréstimo pessoal online;

Refinanciamento de imóveis;

Empréstimo consignado.

Objetivo faz diferença

Apenas com planejamento e foco, você conseguirá solicitar um financiamento ou um empréstimo, caso contrário, eles podem te colocar em uma situação financeira nada confortável.

De qualquer forma, quando solicitados com objetivo, podem ser uma ótima solução para um salto financeiro na vida. E você, concorda com essa afirmação? Deixe nos comentários abaixo para sabermos mais!

*A Coluna de Economia começa a ser veiculada toda quinta-feira, e será produzida pela equipe do site Juros Baixos (www.jurosbaixos.com.br).

Da Redação

A equipe Intertv Web traz para você as informações e notícias precisas que você precisa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: