Projeto Walking Together inicia internacionalização com grupos no Canadá

O piloto André Zanoti, que atuou em Assis (SP), está implantando a estrutura para uma edição conjunta entre empreendedores dos dois países

O projeto Walking Together está consolidando um processo de internacionalização com empreendedores no Canadá. O movimento, fundado por Fábio Fernandes, em 2010, na cidade de Catanduva, atualmente está presente em mais de 70 municípios e foi indicado para concorrer à edição 2021 do Prêmio Nobel da Paz, que acontece em Oslo, na Noruega.

Essa é a primeira iniciativa internacional do projeto que está sendo desenvolvido pelo “piloto” (coordenador do programa) André Zanoti, que atuava na região de Assis (SP) e hoje, vive na cidade de Moncton, no Canadá, onde cursou a faculdade de Contabilidade e Administração de folha de pagamentos na New Brunswick Community College e segue profissionalmente como assessor do Reitor da Universidade de Yorkville.

Essa é a primeira iniciativa internacional do projeto que está sendo desenvolvido pelo “piloto” (coordenador do programa) André Zanoti
Foto: Divulgação

“Apresentei a proposta para empreendedores no Canadá com o apoio do Marcelo Arruda, de Assis, e do Fábio Fernandes, fundador, e o pessoal gostou do formato. Assim, essa validação cultural nos deu sinal verde para iniciarmos todos os preparativos para o lançamento do WT-MONCTON e receber empreendedores canadenses e brasileiros, no término da pandemia”, comenta Zanoti.

Ele conta ainda que, em discussão com alguns grupos que representam empreendedores no Canadá, conseguiu convencê-los de que, apesar do país ter centenas de projetos que visam a difusão do empreendedorismo e do netwoking: “nenhum deles dispõe do que o Walking Together possui, o que foi um importante diferencial para sua indicação ao Prêmio Nobel da Paz: o desenvolvimento do potencial de pequenas cidades e, concomitantemente, a diminuição da dependência de grandes centros, os quais correm o risco de colapso segundo relatórios da ONU”.

Zanoti ressalta ainda que a proposta é muito promissora em razão das características da região e que representará uma grande oportunidade para futuros negócios entre grupos do Brasil e do Canadá.

Fábio Fernandes, idealizador do projeto, juntamente com um dos primeiros empresários a acreditar no projeto, o cravinhense e proprietário da Vox2You, Luís Fernando Câmara
Foto: A3 Fotografia

“A região de Moncton, que é uma cidade com cerca de 85 mil habitantes, conta com vários parques industriais e possui uma atração para novos negócios e networking. Uma edição do projeto aqui abrirá muitas portas para os dois países e consolidará o Walking Together no âmbito internacional”, diz Zanoti.

O projeto

De acordo com Fábio Fernandes, fundador do Walking Together, o projeto nasceu para conectar empreendedores do bem, focados em cidades fora dos grandes centros e deu muito certo desde o início. Várias cidades passaram a integrar e replicar o modelo e rapidamente foi notada a força desta união.

“Começamos então a pensar no potencial das soluções coletivas como, por exemplo, descobrir e desenvolver as vocações das cidades participantes, com até 380 mil habitantes, tornando-as mais atraentes e ampliando as oportunidades, tanto para reter os talentos locais, quanto para atrair investimentos e talentos de grandes centros”, explica Fernandes.

Até 2022 o projeto, que já tem sua própria rede social “presencial”, deve lançar em breve sua versão digital e uma plataforma de streaming para conhecimento compartilhado, e com estratégia de expansão espera estar em 400 cidades brasileiras conectando 40 mil “walkers”.

Da Redação

A equipe Intertv Web traz para você as informações e notícias precisas que você precisa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: