Com vocês: o genial Pat Metheny

Após um tempo sem escrever para a Intertv Web minha primeira coluna de 2018 traz um dos músicos que mais admiro e que sempre teve uma grande influência na minha carreira, o guitarrista e compositor norte-americano Pat Metheny, um dos nomes mais importantes da guitarra e do jazz contemporâneo, mas sua atuação vai muito além disso.

Pat Metheny é sem dúvida um dos músicos mais premiados e mundialmente reconhecidos da história da música, vencedor de 20 prêmios Grammy em diversas categorias, entre elas: “Melhor Gravação de Jazz Contemporâneo”, “Melhor Composição Instrumental” e “Melhor Solo de Jazz Instrumental”.  Pat é extremamente aberto a novas sonoridades e experiências musicais, lotando estádios nas suas turnês pelo mundo com mais de 120 shows por ano.

Patrick Bruce Metheny, nasceu em Kansas City, Missouri em 12 de Agosto de 1954 e iniciou seus estudos musicais aos 8 anos de idade com o Trompete, passando para a guitarra aos 12 anos e aos 15 já trabalhava com os melhores músicos do Kansas. Seu primeiro álbum “Bright Size Life” com o lendário baixista Jaco Pastorius e Bob Moses na bateria, de 1976, reinventou a sonoridade da guitarra jazz, o que continuou acontecendo durante toda sua carreira com a utilização de novas tecnologias e uma constante redefinição da capacidade sonora do instrumento explorando inclusive a tecnologia MIDI e o uso de sintetizadores na guitarra.

Pat é um músico super ativo e desde o primeiro álbum, foram mais de 40 discos gravados ao longo da carreira, sem contar as participações em álbuns de outros artistas como Herbie Hancock, David Bowie, Jim Hall, Joni Mitchell e até dos brasileiros Milton Nascimento e Toninho Horta, por exemplo.

Pat teve por mais de vinte anos, uma genial parceria (comparada a Lennon e McCartney, por exemplo) com o tecladista Lyle Mays, principalmente nos álbuns do “Pat Metheny Group”, talvez uma das fases mais criativas e premiadas de sua carreira.

Pat Metheny como quase todo grande músico ao redor do mundo é assumidamente um fã da música brasileira e admite a influência da música e de músicos brasileiros como Tom Jobim e Milton Nascimento entre tantos outros em seu trabalho.

Músicos como Pat Metheny são a prova de que a criatividade musical não tem limites e que a boa música pode e deve ser acessível à todos, e que estádios lotados para um show não é exclusividade da música pop.

Luciano Duarte

Luciano Duarte é músico, graduado em Música Popular pela Unicamp. Morou e atuou na Europa por três anos. É professor de música e atualmente trabalha como guitarrista de orquestras em navios de cruzeiros tocando com músicos do mundo todo, tendo passado por quase 30 países até o momento.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: