Vinhos e Réveillon

Mais um ano se passou, muitos vinhos foram escolhidos, abertos e degustados. Agora só falta o último do ano, que será o primeiro de muitos de 2019

Quando se fala em réveillon a imagem que vem à mente é de uma espumante sendo aberta. Mesmo quem não gosta de beber, acaba comprando uma sidra para manter o ritual. Existe até mesmo as sem álcool para quem prefere ou não pode. Mas nada impede que você brinde a chegada do ano novo com uma taça de vinho branco ou tinto.

Eu não sei vocês, mas eu tenho fome. Por isso, mesmo em festas, gosto de comer cedo, nem que seja para dar uma forrada, fazer um aterro e beber sem problemas. Então se a pessoa for como eu que janta cedo, provavelmente já estará bebendo um vinho, o que pode ficar estranho, passar de um prato de carne condimentada com vinho tinto para uma espumante.

Nesse caso, eu continuaria com o vinho que estivesse bebendo. O importante é brindar a chegada do ano novo, independente da bebida. No outro dia, na beira do mar ou da piscina, seria uma boa oportunidade para uma espumante.

Quer saber mais sobre vinhos? Compre o ebook da Universidade do Vinho.

Emir Freiberger

Formado em comunicação social com habilitação em jornalismo. Pós graduado em artes visuais, trabalha entre o mundo das artes e programação de sites e programas web.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: