Alimentação, Saúde e Bem-Estar

Sendo assim, a prevenção e a promoção da saúde deveriam ser mais difundidos entre a população.

Atualmente a saúde e o bem estar tem sido preocupações crescentes da sociedade. Muitas pessoas buscam estratégias e informações para manterem a saúde do seu organismo. Além disso, a prática de atividade física também tem aumentando. Mesmo com essa crescente busca pelo o que é mais saudável, grande parte da população ainda mantem um estilo de vida pouco equilibrado.

As pessoas ainda esperam que uma complicação na saúde apareça para buscarem a cura e não investem na prevenção. O custo para os sistemas de saúde que as doenças crônicas como diabetes, obesidade e hipertensão causam são altos e poucas pessoas contam com convênio médico aquedado.  Os sistemas públicos de proteção à saúde enfrentam sucessivas crises financeiras e, não raro as pessoas precisam desembolsar as economias de uma vida para ter os tratamentos que precisam.

Sendo assim, a prevenção e a promoção da saúde deveriam ser mais difundidos entre a população. A má nutrição, em todas as suas formas – subnutrição, deficiências de micronutrientes, excesso de peso e obesidade tem crescido em todo o mundo.  A FAO estima que 26% das crianças são raquíticas, 2 bilhões de pessoas sofrem de uma ou mais deficiências de micronutrientes e 1,4 bilhão de pessoas tem excesso de peso, dos quais 500 milhões são obesos.  

A tecnologia dos alimentos tem sido foco de pesquisas e inovação para tentar reverter esse preocupante quadro. Atualmente podemos encontrar com maior facilidade alimentos orgânicos e com menor de teor de sódio, gorduras e açúcares adicionados. Além de vitaminas e minerais busca-se adicionar e incrementar em diversos alimentos a produção de compostos bioativos, proteínas e peptídeos, fibras alimentares, ácidos graxos e componentes para prevenção de doenças específicas. Portanto, o melhor caminho é buscar não deixar as doenças crônicas se devolverem, adotando um melhor estilo de vida aliado a alimentação saudável e a pratica de atividade física.

Renata Dessordi

Renata Dessordi é nutricionista formada pela Universidade de Ribeirão Preto, especialista em Nutrição Clínica e Esportiva. Mestra em Alimentos e Nutrição pela Unesp. Doutoranda em Alimentos e Nutrição pela USP/Unesp. Auriculoterapeuta Francesa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: