‘Aprendi e entendi que uma Miss precisa de investimento’

Gustavo Mantoanelli tem conseguido conciliar o seu trabalho em sua área de formação, com a preparação da Miss Cravinhos, Beatriz Faria, que disputa o título de Miss São Paulo no próximo dia 02 de outubro.

Hoje (27/09) apresentamos a 41ª história da nossa série de reportagens “Personagens de Cravinhos”. O projeto consiste em mostrar, um pouco das pessoas que levam o nome da cidade por todos os cantos do mundo, bem como se destacam no próprio município, com seus empreendimentos, talento, simplicidade e carisma.

E dessa vez vamos contar a história de uma pessoa que acumula diversas funções, ele é formado em Gestão de Recursos Humanos, promotor de eventos e cantor, mas vem se destacando como Missologo e preparador de Misses, sendo uma delas a Miss Cravinhos, Beatriz Faria, que disputará o Miss São Paulo no próximo dia 02 de outubro. Hoje o nosso bate-papo é com Gustavo Mantoanelli, 34 anos.

Em 2002, Gustavo, assistiu o seu primeiro concurso de beleza pela televisão, e desde então começou a sonhar em fazer um em Cravinhos. E com muito esforço há 12 anos promove o “Garota Cravinhos”.

“Em 2012 me formei na faculdade de Recursos Humanos, mas mesmo assim o meu desejo sempre foi estar envolvido nesse mundo de Miss e concurso de beleza. Atualmente trabalho em minha área de formação e também me dedico aos concursos de Misses”, revela Gustavo Mantoanelli.

Ele que se diz completamente apaixonado pelo concurso de beleza conversou com nossa equipe de reportagem nessa semana e revelou muita coisa sobre sua vida pessoal e profissional, e claro a satisfação de poder ver pela primeira uma Miss cravinhense concorrendo ao Miss São Paulo. Acompanhe!

Gustavo Mantoanelli sonhou um dia em fazer um concurso de beleza em Cravinhos, e há 12 anos realiza o “Garota Cravinhos”
Foto: Arquivo Pessoal

InterTV Web – Você está à frente do Garota Cravinhos. Como surgiu a oportunidade de fazer o primeiro concurso?

Gustavo Mantoanelli – Quando assisti ao meu primeiro concurso de beleza senti o desejo de fazer aqui em nossa cidade também. No ano de 2007 recebi o apoio da Prefeitura Municipal, parceiros e patrocinadores, então finalmente saiu do papel o sonho de ter um concurso de beleza em Cravinhos.

 

InterTV Web – Quantos concursos você já realizou? O que você julga mais importante para os concursos terem sucesso?

Gustavo Mantoanelli – Já fiz 12 concursos. E acredito que o que torna o concurso um sucesso é o amor, dedicação e trabalho duro. Sempre busco estudar o assunto e estar atualizado quanto ao mundo Miss. E sem dúvidas, ter apoio de empresas, pessoas e da administração municipal, bem como de amigos que acreditam e caminham comigo.

 

InterTV Web – De todos os concursos que já realizou qual a história mais marcante que teve?

Gustavo Mantoanelli – Nesses quase 15 anos de trajetória no mundo Miss tive a oportunidade de presenciar muitas histórias. Sem dúvida um dos momentos mais marcantes foi quando a minha primeira Garota Cravinhos (Dayla Camila), passou a coroa em 2008, naquele momento eu vi que o Garota Cravinhos tinha sim se tornado uma realidade. Um sonho que saiu do papel e tinha possibilidade de trilhar um lindo caminho ainda. Mas todo concurso é especial, nenhum é igual ao outro. Cada um tem uma história. 

“Aprendi e entendi que uma Miss precisa de investimento! Uma Miss não se faz sozinha. São muitas questões envolvidas”
Foto: Arquivo Pessoal

InterTV Web – Cravinhos também tem participado do concurso Miss São Paulo. Acredita que existe potencial para algum dia uma cravinhense estar representando o Estado?

Gustavo Mantoanelli – Nossa primeira participação na seletiva do Miss São Paulo, foi em 2015. E desde então temos marcado presença. Sem dúvidas o ano mais marcante foi o de 2018, quando a Mayara Costa nos representou e foi um dos destaques daquele ano, sendo considerada uma das favoritas a uma vaga na final. Ela elevou nossa participação a outro patamar, assim mostrando que quando há foco, dedicação e disciplina, é possível sim. Tenho um time de profissionais incríveis, que acreditam no projeto e lutam comigo pra fazer tudo acontecer. Sem esse apoio não seria possível!

 

InterTV Web – Cravinhos está crescendo na participação do Miss São Paulo?

Gustavo Mantoanelli – Não tenho dúvidas do nosso potencial! Cravinhos está crescendo aos olhos do estado e cada ano nossas chances e expectativas só aumentam. Mostramos que somos tão capazes quanto qualquer outra cidade. E estamos trabalhando muito e incansavelmente, pra alcançar esse sonho.

 

InterTV Web – E qual foi a sensação de saber que a Beatriz Faria havia sido escolhida para representar a cidade de Cravinhos no Miss São Paulo?

Gustavo Mantoanelli – Como disse começamos lá atrás nos dedicando, nos esforçando e aprendendo muito. Quanto foram divulgadas as Misses que iriam concorrer ao Miss São Paulo 2021, e ver a Beatriz Faria entre uma delas foi extremamente gratificante, e tenha, certeza que estamos preparando ela desde 2020, e que ela entrará muito forte para representar a nossa cidade, e se Deus quiser o nosso Estado. Somos todos Beatriz Faria no próximo dia 02 de outubro.

Algumas das Misses Cravinhos, e, ao centro, Beatriz Faria, que representa pela primeira vez o município cravinhense, no Miss São Paulo
Foto: Rafael Fernandes

InterTV Web – Existe muita “carta marcada” nesses concursos de nível nacional e internacional?

Gustavo Mantoanelli – Não acredito em “carta marcada”. O que acredito é que, sim, existe favoritismo de alguns municípios pela trajetória que escreveram, pelos resultados que sempre entregaram, por sempre se destacarem pelo bom trabalho.

Aprendi e entendi que uma Miss precisa de investimento! Uma Miss não se faz sozinha. São muitas questões envolvidas. Não é glamoroso como todos acham, mas é sim um trabalho árduo, pesado e que precisa de muita dedicação.

Uso de exemplo nosso município vizinho, Ribeirão Preto. Conquistaram duas coroas de Miss São Paulo consecutivas (2014 e 2015), em 2014 um vice-campeonato no Miss Brasil e em 2015 um terceiro lugar no Miss Brasil.

E não acredito que na ocasião as candidatas eram “cartas marcadas”, entraram como favoritas por virem de uma organização extremamente competente, profissional e que investiram muito na preparação de suas Misses. Quanto mais resultados positivos um município alcança no concurso estadual, mais esperam dele nas outras edições.

Já vi várias vezes, misses que eram consideradas “carta marcada” não avançarem nos concursos.

 

InterTV Web – De todas as brasileiras que participaram do Miss Universo, qual você acha mais bonita e com presença para representar o Brasil?

Gustavo Mantoanelli – Difícil escolher só uma. Em 2007 ficamos com o vice-campeonato no Miss Universo com a mineira Nathalia Guimarães. Ela é linda. Em 2012, fomos representados pela gaúcha, Gabriela Markus, uma das minhas misses Brasil preferidas.

Em 2016 fomos arrebatados pela incrível beleza e luz da paranaense, Raissa Santana. O Brasil todo amou e torceu muito por ela. É uma das Misses Brasil mais belas que já tivemos.

No Miss Universo 2020 fomos representados pela linda gaúcha, Júlia Gama, a qual surpreendeu a todos com sua forte preparação, chegando ao Miss Universo como uma das favoritas. Estava linda e conquistou o vice-campeonato para o Brasil.

Uma Miss não pode ser só bonita! Hoje em dia se exige muito delas. Tem que estar com o corpo bem cuidado, tem que ter um bom nível de inglês, ser comunicativa, ter uma boa oratória, ser envolvida em causas sociais, entre outras questões.

Uma das Misses Brasil mais belas da história e que eu amo, é a Leila Schuster (Miss Brasil 1993). Tinha tudo o que esperavam de uma Miss Universo.

InterTV Web – Falta incentivo para os concursos de modas e desfiles no Brasil?

Gustavo Mantoanelli – Com certeza. Temos exemplo de países como Estados Unidos, Filipinas, Tailândia, Venezuela, Porto Rico, México, entre outros, que se tornaram potências no mundo Miss por serem países onde os concursos de beleza tem incentivo e investimento.

 

InterTV Web – O concurso Garota Cravinhos 2020 teve que ser cancelado devido a Pandemia. Mas as meninas continuaram se preparando para quando tudo passar disputarem a faixa?

Gustavo Mantoanelli – Infelizmente o mundo foi pego de surpresa com esse vírus. Ninguém esperava que tudo isso aconteceria. Muitos concursos de beleza no país foram cancelados por conta dessa pandemia mundial. E com o Garota Cravinhos não foi diferente. Precisamos nos adaptar para continuar com o foco na preparação de nossas meninas.

Elas ainda continuam focadas e trabalhando muito para a grande final. Além de aulas de passarela, elas participaram de várias rodas de bate-papo com profissionais de várias áreas, e ainda tem muita coisa pra elas fazerem até o dia do concurso.

Elas estarão lindas e cheias de luz para disputar a coroa de Garota Cravinhos, estamos trabalhando para ser um dos maiores concursos da história.

 

InterTV Web – Qual a história mais marcante que você tem com Cravinhos?

Gustavo Mantoanelli – Nossa! Algumas. Mas sem dúvidas tirar o Garota Cravinhos do papel marcou eternamente minha vida. Nunca vou esquecer que foi em Cravinhos que realizei esse sonho.

Foto: Divulgação

InterTV Web – O que Cravinhos significa em sua vida?

Gustavo Mantoanelli – Vim morar aqui com quase 12 anos de idade. Amo morar em Cravinhos, está no meu coração. 

Foi aqui que realizei vários dos meus sonhos e desejos, onde conquistei amigos que hoje são pra mim uma família. Onde pude colocar em prática minha vocação como cantor católico, na Paróquia Santa Luzia. E onde ainda quero escrever muita história, quem sabe em breve trazer para Cravinhos a coroa de Miss São Paulo, e quem sabe até de Miss Brasil.

Sonho um dia poder trabalhar mais ativamente por Cravinhos, vamos ver o que a vida me reserva no futuro. Amo dizer que sou cravinhense!

 

InterTV Web – Suas considerações finais.

Gustavo Mantoanelli – Quero agradecer pelo convite. Me senti honrado e feliz. Agradeço a todos que acreditam, confiam e investem em meu trabalho com o Garota Cravinhos e o Miss Cravinhos. Prometo lutar com todas as minhas forças pra mostrar nossa força e potencial! Somos capazes sim!

Agradeço a parceira da administração pública e (todos os setores) que de alguma forma fazem parte dessa história comigo. Obrigado por confiar em mim. Faço por amor! Com paixão e muita dedicação.

Conto com vocês pra que juntos possamos mostrar a beleza de nossa amada Cravinhos pra todo país!

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

One thought on “‘Aprendi e entendi que uma Miss precisa de investimento’

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: