27º Encontro Nacional de Folias de Reis de Ribeirão Preto

Após muitas andanças, ainda não terminei de compartilhar as experiências pela Índia. Agora, de volta a Terra Natal, deixo aqui uma sugestão de um evento cultural e folclórico que faz parte da nossa cultura. O 27º Encontro Nacional de Folias de Reis de Ribeirão Preto.

Tudo começou com o Sr. Baltazar da Cia. de Reis Irmãos Adolfo da Vila Virginia, que participava da Folia e levou o projeto em Setembro de 1992 a Secretaria da Cultura de Ribeirão Preto. O primeiro encontro oficial ocorreu na Igreja Maria Gorette, onde um caminhão da Cia. Ultragaz serviu como palco. Já no segundo ano com o apoio do vereador Sebastião Rezende e sob a Coordenação de Carmen Rezende, a Folia passou a ser celebrada na praça Jose Rossi no bairro da Vila Virginia, onde continua até hoje. Com o tempo, a Folia foi aumentando e chegou a receber 60 Cias de Reis, atualmente conta com aproximadamente 40 Cias vinda de vários Estados Brasileiros e cidades da região.

A festa começa na madrugada do dia 27 de Janeiro com todos os preparativos. Para manter essa tradição viva é preciso muita dedicação e contribuição por parte dos voluntários e empresários. A festa oficial inicia às 9h00 da manhã com a abertura da Santa Missa, seguida do teatro do Núcleo da Terceira Idade dos Campos Eliseos, apresentação das Cias de Reis e participação especial dos músicos: Fulo Santos, Alessandro Machado e Sido. A festa conta com diversos artesãos e barracas de comidas tipicas até às 21h00. A Folia de Reis, também chamada de Reisado ou Festa de Santo Reis, é uma festa popular brasileira, e uma das mais folclóricas e emblemáticas do país. Possui um caráter cultural e religioso e ocorre no período de 24/12 a 06/01 data que marca o (Dia de Reis ou Dia dos Três Magos). Segundo a Bíblia foi nesse dia que eles encontraram o menino Jesus e, marca também o momento em que as árvores, os presépios, os adornos e decorações natalinas são retiradas.

No Brasil a festa é celebrada em diversas regiões do país, os Estados onde a tradição é mais presente são: Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Minas Gerias, Espírito Santo e Goiás. A origem da Folia de Reis está associada a uma tradição cristã portuguesa e espanhola, trazida para o Brasil provavelmente no séc. XIX. Com o intuito de celebrar a visita dos 3 Reis Magos (Gaspar, Melchior ou Belchior e Baltazar) ao menino Jesus. No momento em que os Reis Magos avistaram no Céu a estrela de Belém, foram ao encontro de Jesus e levaram incenso, ouro e mirra. Por trás dos presentes havia uma simbologia: a realeza (Ouro), a divindade ou fé (Incenso) e a imortalidade (Mirra). É comum os grupos visitarem as casas nesse dia, tocando músicas e dançando para celebrar o nascimento de Jesus e o encontro com os Três Reis Magos. Em troca as pessoas oferecem comidas e prendas.

Características: O grupo da Folia de Reis é formado pelo mestre ou embaixador, o contramestre, Três Reis Magos, o palhaço, os alfeires e os foliões. Além disso, ocorrem desfiles pelas ruas dos grupos dedicados ao festejo. Eles usam fantasias coloridas, tocam musicas típicas com diversos instrumentos (violas, reco-reco, tambores, acordeões, sanfonas, pandeiros, gaitas etc) e dançam. Muitos fazem as apresentações teatrais recitando versos, e geralmente antes ou depois do desfile ocorre uma missa temática.

Durante o dia, diversas barracas com comidas tipicas, bebidas, jogos e lembranças enchem a praça com essa tradição. A Folia é comemorada segundo as tradições e particularidades de cada região do país, ou seja comidas típicas, brincadeiras e as danças variam conforme cada localidade.

Você sabia? Na Espanha a Festa de Reis possui grande importância religiosa sendo mais festejadas que o Natal, pois os presentes são trocados nesse dia. Na Itália, essa festa e conhecida como Befana, e segundo a tradição uma bruxa boa oferece presente as crianças. Os alferes ou bandeireiro tem a obrigação de carregar a bandeira do grupo respeitosamente, ela é apresentada ao chefe da residência onde a folia passa para receberem donativos oferecidos pelas famílias. A bandeira, chamada “Doutrina” geralmente é feita de pano brilhante, com a estampa dos Três Reis Magos, mas a bandeira da Folia de Reis de Ribeirão Preto é especial, pintada por meu pai, Antonio Carlos Spinelli Cebollero, artista autodidata da cidade.

São três bandeiras pintadas numa tela a óleo com largura e altura de (1.17m x 1.70m), representa o Menino Jesus, constitui o elemento sagrado da Cia de Reis. A outra do Santo São Sebastião (Padroeiro da Cidade) e Nossa Senhora (Padroeira do Brasil) e assim com muito carinho elas são tratadas. Esse respeito perdura por todo o ano, mesmo após a folia. E há orações periodicamente diante dela. Venha participar e apreciar do nosso folclore e dessa festa, dia 27/01 na Praça José Rossi no bairro da Vila Virginia.

Graziella Marasea Cebollero

Viaja o mundo a trabalho e com isso reúne diversas histórias e fotos que irá compartilhar com a gente.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: