Existe uma alimentação mais saudável que outra?

Atualmente vemos com uma frequência cada vez maior, que de tempos em tempos surgem novas dietas e novas supervalorizações de determinados alimentos. Podemos encontrar com facilidade pessoas que indicam a mais nova moda do momento em termos de emagrecimento.

O maior interesse pelos alimentos e pela nutrição e seu destaque nos meios de comunicação são ótimos, porém nos deparamos com uma grande quantidade de informações enganosas, sem embasamentos científicos e sensacionalistas, o que é muito preocupante.

Devido as falsas informações as pessoas começaram a se perder no conceito do que é uma alimentação saudável. Alguns concluem que alimentos saudáveis são aqueles diet, light ou zero, que não contém glúten e lactose. Quando está estabelecido um padrão de dieta, vem outro que promete ser muito melhor e eficaz e assim torna-se cada vez mais confuso se alimentar adequadamente.

Em primeiro lugar não existem alimentos bons e alimentos ruins, todos são igualmente bons, contanto que haja equilíbrio e que sejam eliminados os exageros. Sendo assim, não tem sentido restringir lactose ou glúten se você não é intolerante ou não tem doença celíaca. O mesmo vale para os alimentos diet, que são fabricados para pacientes diabéticos. A mídia acaba focando nessas restrições a grupos específicos e divulgam isso como saudável, sendo que não é o indicado para pessoas sem essas condições.

Adotar esse comportamento e só comer esse tipo de alimentos pode gerar desequilíbrios alimentares e fazer com que ocorra ganho de peso e não perda. É preciso ter flexibilidade para manter uma rotina alimentar de qualidade, porém viável. Não adianta colocar metas difíceis de cumprir, porque, em longo prazo, fica difícil sustentar.

Existir uma alimentação mais saudável que outra é um mito, o que existe é uma alimentação que mais se adéqua a sua rotina e essa sim será a melhor para o seu caso. Lembrando sempre de preferir alimentos frescos, in natura e reduzir o consumo dos processados. Uma das melhores formas de manter a saúde e o peso em dia é comer melhor, ou seja, com mais qualidade e com um comportamento adequado.

Comer não é só se preocupar com nutrientes ou seguir regras e horários. A alimentação saudável é muito mais que números e nutrientes, ela é também amor.

Autor

Renata Dessordi

Renata Dessordi é nutricionista formada pela Universidade de Ribeirão Preto, especialista em Nutrição Clínica e Esportiva. Mestra em Alimentos e Nutrição pela Unesp. Doutoranda em Alimentos e Nutrição pela USP/Unesp. Auriculoterapeuta Francesa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: