‘Acabei trocando o terno pelo kimono, mas trouxe a Administração para o tatame’

Sérgio Ricardo Nunes Ribeiro é administrador de empresas por formação, mas sempre esteve envolvido com as artes marciais, e atualmente é um dos maiores lutadores de jiu- jitsu do Brasil.

Hoje (03/08) apresentamos a 38ª história da nossa série de reportagens “Personagens de Cravinhos”. O projeto consiste em mostrar, um pouco das pessoas que levam o nome da cidade por todos os cantos do mundo, bem como se destacam no próprio município, com seus empreendimentos, talento, simplicidade e carisma.

E dessa vez vamos contar a história do professor de MMA e Jiu-Jitsu (Faixa Preta 4°dan), Sérgio Ricardo Nunes Ribeiro, 46 anos, e que começou a praticar judô aos 10 anos, por influência de seus pais e um vizinho, que possibilitou com que ele treinasse até a faixa marrom da modalidade.

“O Jiu-jitsu chegou em minha vida em 1999 e já estava cursando a faculdade quando treinei uns três meses. Mas foi em janeiro de 2000 na faculdade da UNAERP, com o professor Leandro de Souza, que realmente engrenei no esporte e estou nele até hoje”, explica Sérgio Ribeiro.

Sérgio Ribeiro conseguiu associar a Administração com as Artes Marciais
Foto: Arquivo Pessoal

E ele que é administrador de formação hoje é uma referência no jiu-jitsu nacional e internacional, inclusive com a conquista de diversos títulos, sendo assim campeão 3 vezes campeão internacional; 3 vezes campeão sul-americano; 2 vezes campeão Brasileiro; 11 vezes campeão Paulista; 3 vezes campeão do Circuito Paulista (peso e absoluto) e 4 vezes campeão do SP Open.

E nessa semana a nossa equipe de reportagem se reuniu no tatame com o professor e atleta Sérgio Ribeiro, em que ele contou um pouco de sua trajetória, as lutas mais importantes, projetos e como tem conduzido seus alunos para o sucesso. Acompanhe!

Foto: Arquivo Pessoal

InterTV Web – Você é administrador de empresa por formação, mas por que decidiu trocar o terno pelo kimono?

Sérgio Ribeiro – Na verdade essa mudança aconteceu sem planejar, mas devido ao meu comprometimento e a paixão pelo Jiu-jitsu veio de forma natural, acabei trocando o terno pelo kimono, mas trouxe a Administração para o tatame, pois ela me ensinou como lidar com os alunos, planejar aulas e também fazer parte da diretoria de uma das equipes mais tradicionais de Ribeirão Preto e região, que é a “Equipe Núcleo de Lutas”.

 

InterTV Web – Você é considerado um dos maiores campeões de jiu-jitsu. Qual a sensação?

Sérgio Ribeiro – Na verdade nunca parei para pensar nisso, mas acredito que quando você faz com amor e dedicação, a possibilidade de dar certo com certeza aumenta muito e faz com que você tenha uma sensação de que todo seu sacrifício valeu a pena.

 

InterTV Web – Quais foram os títulos mais marcantes e importantes?

Sérgio Ribeiro – Pra mim foram todos especiais.

 

InterTV Web – Acredita que falta um pouco de valorização aos esportes de luta?

Sérgio Ribeiro – Não só nos esportes de luta, e sim em todos os esportes, menos o futebol [risos]. Alguns esportes no Brasil são lembrados só em época de Olimpíadas.

InterTV Web – A ascensão do MMA valorizou o jiu-jitsu?

Sérgio Ribeiro – Quando o MMA começou o nome era “Vale-tudo” que através do jiu-jitsu, representado pela família Gracie, as disputas eram modalidade vs modalidade. Os Gracie queriam mostrar ao mundo que o Jiu-jitsu era a arte marcial mais eficiente que tinha.

 

InterTV Web – Quais são seus maiores influenciadores e incentivadores nas artes marciais?

Sérgio Ribeiro – Com certeza minha família, que me deu e me dá todo suporte para que eu possa continuar com meus ideais e objetivos. E também todos meus professores que fizeram parte dos meus ensinamentos nesse longo período de aprendizagem e maturidade.

 

InterTV Web – Quais as principais coisas que você ensina aos seus alunos?

Sérgio Ribeiro – A nunca desistir de seus objetivos sempre com lealdade, amizade e companheirismo.

 

InterTV Web – Qualquer pessoa pode praticar a arte do Jiu-jitsu?

Sérgio Ribeiro – Com certeza o jiu-jitsu tem uma enorme capacidade de se adaptar a qualquer um.

“Com certeza o jiu-jitsu tem uma enorme capacidade de se adaptar a qualquer um”
Foto: Arquivo Pessoal

InterTV Web – Qual a história mais marcante que você tem na modalidade?

Sérgio Ribeiro – Ao decorrer do tempo tive várias como atleta e professor, mas a que marcou foi como pai (professor), quando o meu filho Vitor, hoje com 10 anos, foi fazer a primeira aula de jiu-jitsu comigo. Não sei quanto tempo ele vai treinar ou seguir como eu, mas a essência da arte marcial com certeza irei mostrar a ele para que seja um campeão na vida.

 

InterTV Web – O que Cravinhos significa em sua vida?

Sérgio Ribeiro – Nasci em Ribeirão Preto e moro aqui em Cravinhos desde 2009. Agradeço todas as pessoas que me acolheram e tenho um enorme carinho pela cidade, e quero através do jiu-jitsu poder retribuir tudo.

 

InterTV Web – Em sua opinião qual o lutador mais completo?

Sérgio Ribeiro – O atleta que sempre gostei de ver lutar é o Saulo Ribeiro.

InterTV Web – Quem quiser conhecer seu trabalho e fazer aulas, como faz?

Sérgio Ribeiro – Aqui em Cravinhos estou na Academia Espaço Fitness. E temos turmas a partir de 05 anos. Todos que quiserem conhecer os benefícios da arte marcial, podem fazer uma aula experimental. Mais informações no meu perfil no Facebook (Sérgio Ribeiro CT).

 

InterTV Web – Suas considerações finais.

Sérgio Ribeiro – Gostaria de agradecer o espaço no qual pude contar um pouco da minha história, e ressaltar aos pais que a prática de qualquer arte marcial traz muitos benefícios para saúde física e mental das crianças, por meio das modalidades elas aprendem a compartilhar valores e experiências para levar a uma vida toda, assim formando pessoas melhores. Abraço a todos!

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: