‘Se você tem vontade de aprender alguma coisa nova, vá atrás’

A artesã Susana Calura sempre gostou de artesanato, e nos últimos anos tem se destacado na confecção dos ‘amigurumis’.

Devido ao grande sucesso da série de reportagens “Personagens de Cravinhos”, e também a pedidos de muitos leitores, vamos continuar mostrando os destaques da cidade, assim dando voz a todos, para que possam contar um pouco de suas histórias, divulguem seus trabalhos e mostre o que a nossa cidade tem de melhor.

O projeto consiste em mostrar, um pouco das pessoas que levam o nome da cidade por todos os cantos do mundo, bem como se destacam no próprio município, com seus empreendimentos, talento, simplicidade e carisma.

Hoje (03/04) apresentamos a décima terceira história, e quem está por aqui é a artesã Susana Arruda da Silva Calura, 37 anos, que nunca havia trabalhado profissionalmente com o artesanato, mas que aprendeu a fazer crochê aos 8 anos e que aos 15 anos fez a sua primeira bolsa em crochê tunisiano.

A artesã, Susana Calura, fez o seu primeiro crochê aos 8 anos de idade
Foto: Arquivo Pessoal

“Sempre tive uma atração pelo feito à mão. Fui me especializando e fui conhecendo diversas técnicas até chegar no agora popular amigurumi”, comenta Susana Calura.

E Susana vem se destacando com a técnica do “Amigurumi”, que trata de uma técnica japonesa para criar pequenos bonecos feitos de crochê ou tricô. Apesar da popularidade de bichos de pelúcia e bonecas, a técnica também é usada para objetos como utensílios domésticos e comida.

E nessa semana a nossa equipe de reportagem esteve em conversa com a artesã Susana Calura, em que ela explica como começou, quais os bonecos mais pedidos, seus projetos e muito mais. Acompanhe!

InterTV Web – Por que se interessou na arte do amigurumi?

Susana Calura – Conheci o amigurumi por acaso. Uma decoradora me mandou um vídeo pra eu poder fazer um trabalho pra ela, a parceria acabou não dando certo. Então resolvi fazer um coelhinho pra minha filha, e me apaixonei. Quando os pontinhos vão tomando forma é encantador. Por isso diria que o amigurumi me escolheu [risos].

InterTV Web – Quanto tempo você leva para finalizar um desses trabalhos?

Susana Calura – Depende da peças. Peças pequenas sem muitos detalhes cerca de 4h, e quando as peças são maiores, como por exemplo, as bonecas cerca de 12h.

InterTV Web – Qual foi o trabalho que você mais gostou de fazer? E qual foi o mais difícil?

Susana Calura – O que eu mais gostei foi também o mais difícil, uma bonequinha de vestido rosa e flores na cabeça. A cliente me mandou a foto da criança e queria que ficasse parecida com a mesma roupinha, foi um tal de faz e desmancha, que demorei 3 dias para finalizar [risos]. Mas valeu a pena, o resultado foi lindo, senti orgulho de mim mesma, nem sei explicar direito.

InterTV Web – Teve algum pedido muito inusitado de amigurumi?

Susana Calura – Ainda não, mas continuo tentando sempre atender melhor meus clientes.

Foto: Arquivo Pessoal

InterTV Web – É possível fazer o amigurumi de qualquer tamanho?

Susana Calura – É possível sim. Tem uma artesã chamada Anna Galante, que fez a decoração do Natal de 2019, em um shopping de Hong Kong, e usou amigurumis gigantescos.

InterTV Web – No que consiste essa técnica do amigurumi?

Susana Calura – O amigurumi é uma técnica japonesa, e sempre o que prevalece é anel mágico e ponto baixo. E consiste basicamente em linha, agulha, enchimento e paciência [risos].

InterTV Web – Qual a sensação de ter o seu trabalho elogiado e reconhecido pelos clientes?

Susana Calura – Sinto como se Deus estivesse falando comigo: “continua que você está no caminho certo”. É muito gratificante, principalmente, quando recebo feedback das clientes.

InterTV Web – Nos tempos atuais é possível viver somente de artesanato?

Susana Calura – Diria que dá sim. Você tem que se ver como uma empreendedora da sua empresa. Valorizar o seu trabalho (porque ele é único) e ser bem controlada pra não misturar as contas de casa com a sua empresa.

InterTV Web – Para quem quiser conhecer mais seu trabalho e também fazer as encomendas, como faz? Quais suas redes sociais e contatos?

Susana Calura – Olha minhas redes sociais e WhatsApp estão aí, quem tiver interesse em meu trabalho pode entrar em contato. Facebook: Susana Calura; Instagram: @susanacalura e WhatsApp: (16) 9.9717-5871.

InterTV Web – Suas considerações finais.

Susana Calura – O que tenho a dizer é para as pessoas acreditarem nos seus sonhos, porque tudo é possível. Se você tem vontade de aprender amigurumi vai atrás, faça curso, se dedique faça e refaça quantas vezes for necessário até você achar que ficou bom. Isso não vale só para o amigurumi, mas pra tudo na vida. Se você tem vontade de aprender alguma coisa nova vá atrás, nunca deixe ninguém te dizer que você não é capaz. Acredite na sua capacidade, porque quando você acredita em si mesma, o céu é o limite.

Kennedy Oliveira

É formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelas Faculdades COC (atualmente Estácio). É pós-graduado em Comunicação: linguagens midiáticas, pelo Centro Universitário Barão de Mauá.

One thought on “‘Se você tem vontade de aprender alguma coisa nova, vá atrás’

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: