O segredo do Natal

E hoje temos a décima sétima história da Coluna “Preces de Esperança”. Vale a pena conferir!

Isabela é uma doce menina que faz aniversário na semana do Natal. E, mesmo ainda tão pequena, ela mostra que o mais significativo é o presente que não pode ser comprado.

Através de sua mãe, Brígida, ela fez um pedido para seu aniversário de 8 anos:

– Mamãe, quero ir à Igreja, receber a bênção e os parabéns do Padre Jô… E ainda tirar uma foto com ele!

A mãe prontamente falou com o padre Josirlei e disse ainda que a filha queria presenteá-lo com doces… Os doces de seu aniversário.

E assim aconteceu. A mãe a levou à missa e, ao final, vestida de uma inocência própria de criança, a Isa subiu ao altar e ganhou seu presente; foi até aplaudida em sua simpatia. O que ela pode ainda não compreender é que quem foi realmente presenteado foi o Padre Jô, com tamanha simplicidade e pureza.

Isabela tem luz e ela foi capaz de revelar a metáfora do que é iluminar a alma de um irmão. A garota deu à pessoa do Padre Josirlei um significado especial e o levou a uma reflexão no final da homilia naquele último domingo do advento:

– Será que as pessoas se sentem bem e experimentam amor e alegria quando estão ao nosso lado? Nossa presença desperta algo bom no outro?

Foto: Arquivo Pessoal

Com certeza Padre Josirlei agrada muito o coração de Isabela, especialmente por ele seguir os passos de Jesus e por falar Dele sorrindo e da forma mais simples, anunciando Sua Palavra e mostrando Seu Amor através de gestos concretos.

Ao serem presença e presente, como Isa e o padre foram um para o outro naquele dia, eles se acolheram e foram valiosos presentes também para Aquele que nasce. Isto é Natal. Ter a capacidade de tocar e inspirar o outro expressa muito desse Nosso Irmão, que trouxe uma herança de amor para a humanidade.

Permitamos que, a cada Natal, Jesus (re)nasça em nosso coração, a fim de que tenhamos somente o bem a ofertar ao nosso semelhante, e ele se sinta amado e descubra esse mesmo Jesus, seja na figura do padre, na inocência de uma criança ou no modo de ser de qualquer outro ser humano.

Capelão Pe. Josirlei e Lucimara Souza

Recortes da realidade que suscitam esperança, fé e amor. Experiências vividas pelo Capelão Pe. Josirlei, traduzidas por Lucimara Souza.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: